Dermatologista ensina como escolher a máscara facial ideal

Cada máscara facial possui uma função e sua aplicação é muito importante para a saúde da pele.

Segundo o dermatologista Dr. André Braz, é preciso consultar um dermatologista antes de escolher o tratamento ideal. “Se a pessoa tiver alguma sensibilidade a alguma substância da máscara ( hipersensibilidade ao produto), pode causar danos se usar mais de uma vez”.

O expert explica que a máscara não é um hidratante e, por isso, deve ser usado com cautela. “A máscara de efeito tensor gera o efeito Cinderela e não é um tratamento. O hidratante tem principio ativo que vai carrear água e vai melhorar a hidratação da pele , textura, brilho e é encarado como tratamento. O veiculo para esse produto é muito importante- se for uma pele seca tem que ser mais hidratante, para normal a hidratação deve ser menor”.

Confira algumas dicas:

Máscaras tensoras: “As máscaras tensoras possuem fórmulas incrementadas de alguns cosméticos que têm como base proteínas tensoras que ao serem aplicadas sobre a pele se desidratam e se retraem, exercendo assim um efeito tensor instantâneo”.

– Como usar: Passe o produto diretamente sobre a pele, perfeitamente limpa e seca. Aplique um pouco antes de um evento e quanto mais espessa a camada que você aplicar, maior será o efeito tensor! “Maquiagem, filtro solar e qualquer outro item devem ser passados por cima e somente de 10 (dez) a 15 (quinze) minutos depois de aplicado o produto tensor”.

Máscara lifting: “As máscaras lifting devem ser usadas em ocasiões especiais. Os elementos usados são tensine e raffernine, e atuam em sinergia. Outro elemento bastante empregado é o ácido hialutônico em concentrações de 5% a 10%. O ácido hialutônico associado a outras moléculas incrementa sua capacidade hidratante. Presente no organismo, ele preenche os espaços entre as células e, com o avanço da idade, diminui. Daí a necessidade de ser reposto”.

Fonte: Caras