Cuidados especiais com os lábios no verão

Pele fina pode ressacar e exige hidratação

No verão e no inverno, a pele fina dos lábios exige cuidados especiais, pois são muito sensíveis. Com a chegada da estação mais quente do ano, é necessário ficar atento para a necessidade de hidratação específica.

É importante destacar que a pele que reveste os lábios tem uma camada de queratina muito mais fina do que a pele facial, e isso faz com que tenhamos que ter cuidados específicos. E mais: a pele labial não possui glândulas sudoríparas nem sebáceas, fatores que propiciam baixa proteção à perda de água. As causas mais comuns de ressecamento que desencadeiam  fissuras e descamação no verão são : a desidratação, excesso de saliva nos lábios, o tabagismo, o calor e a maior exposição aos raios ultravioletas mais intensos no verão”, explica o dermatologista André Braz.

A radiação solar sem proteção adequada nos lábios pode sim causar ressecamento. “A exposição sem proteção adequada causa danos às camadas superficiais dos lábios. Além disso, podem surgir lesões de pele na região dos lábios”, afirma o médico.

Por essas razões é muito importante a utilização diária de fotoprotetores labiais (filtro solar específico para prevenir o ressecamento, fissuras e lesões precursoras do câncer de pele na boca.“Além disso, é preciso hidratar os lábios ao longo do dia, associado ao filtro solar, isso evita que ele fissure ao menor estiramento. É importante que a indicação do produto adequado seja feita por dermatologista”, destaca .

“À noite, recomendo dormir com um hidratante mais viscoso ou oleoso nos lábios, para acordar com os lábios mais macios e hidratados.Uma dica simples para quem tem os lábios já estão machucados/ressecados pode ser utilizar mel para hidratar e para melhorar a cicatrização, alem de evitar infecções bacterianas no local fragilizado e nas fissuras, pois o mel tem propriedades bactericidas”, alerta o dermatologista.  E finaliza: uma consulta com dermatologista para avaliação personalizada e precisa em caso de lesões é fundamental.

Fonte: Saúde Bem Explicada